Município: ABADIA DOS DOURADOS

SUMÁRIO

Caracterização | Finanças | População | Transportes | Atividades Econômicas | Educação - Ensino
Comunicação | Energia | Água e Esgoto | Serviços


 


I. Caracterização

Localização: ALTO PARANAIBA

Área: 883,17 Km2

Altitude:

máxima: 989 m

local: no Leste - Serra Danta

mínima: 660 m

local: Represa de Emborcacao - Foz do Rio Dourados no Paranaiba
ponto central da cidade: 741,41 m

Temperatura:

média anual: 20,7 C

média máxima anual: 27,9 C

média mínima anual: 14,8 C

Índice médio pluviométrico anual: 1569,1 mm

Relevo:

topografia %

Plano: 20

Ondulado: 35

Montanhoso: 45

Principais rios:

RIO DOURADOS
RIO PRETO
RIO PARANAIBA

Bacia: BACIA RIO PARANAIBA

Fontes: Instituto de Geociências Aplicadas - IGA
Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE

 

II. Finanças

Arrecadação Municipal


2001-2004


(Reais Correntes)

ANOSICMSOUTROSTOTAL
2001 335.719 223.742 559.461
2002 279.537 249.383 528.920
2003 247.165 282.661 529.826
2004 255.408 407.663 663.071

Fonte: Secretaria de Estado da Fazenda

 

III. População

População Residente


1970,1980,1991,2000,2005


ANOSURBANARURALTOTAL
1970 2.009 8.068 10.077
1980 3.047 4.948 7.995
1991 3.512 2.980 6.492
2000 3.928 2.519 6.447
2005(1)

6.417

Fonte: Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)
(1) Dados preliminares

 


População Ocupada por Setores Econômicos


2000


SETORES

No. DE PESSOAS

Agropecuário, extração vegetal e pesca 1.015
Industrial 703
Comércio de Mercadorias 233
Serviços 631
TOTAL 2.582

Fonte: Fundação Instituto de Geografia e Estatística - IBGE

 

IV. Transportes

Rodoviário

Distâncias aproximadas aos principais centros (Km):


Belo Horizonte: 502

Rio de Janeiro: 920

São Paulo: 680

Brasília: 430

Vitória: 1.042



Principais rodovias que servem de acesso a Belo Horizonte:


BR-381, BR-262, MG-187, MG-230, BR-365, MG-223, MG-190

Principais rodovias que servem ao município:


BR-352, MG-188, MG-190

Municípios limítrofes:


DOURADOQUARA
MONTE CARMELO
COROMANDEL

Fontes: Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais
Ferrovia Centro Atlântica - FCA
Estrada de Ferro Vitória Minas
Diretoria de Eletrônica e Proteção ao Vôo / Ministério da Aeronáutica

 

V. Atividades Econômicas

Principais empresas industriais classificadas segundo o número de empregados (2000)

- FABRICACAO DE PRODUTOS DE MINERAIS NAO-METALICOS:
CERAMICA NOSSA SENHORA APARECIDA LTDAC B S INDUSTRIA CERAMICA LTDA, CERAMICA NINO LTDA, INDUSTRIA CERAMICA MINAS LTDA, CERAMICA ALAMO LTDA, CERAMICA BONSUCESSO LTDA,

Fonte: Cadastro de Empresas do IBGE - CEMPRE
Obs.: Inclui apenas empresas com 10 ou mais empregados

 




Agropecuária

Principais Produtos Agrícolas
2003


ProdutoÁrea colhida (ha)Produção (t)Rendimento médio (kg/ha)
Arroz em casca sequeiro 60 90 1.500,00
Arroz em casca varzea umida 5 11 2.200,00
Banana (2) 4 32 8.000,00
Cafe 96 75 781,25
Feijao (1a.safra) 40 26 650,00
Mandioca 15 195 13.000,00
Milho 1.750 7.875 4.500,00
Soja 850 2.380 2.800,00
Sorgo (2a.safra) 60 150 2.500,00
Milho (safrinha) 45 180 4.000,00

Fonte:Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)
(1) Produção em mil frutos e rendimento em frutos/ha
(2) Produção em mil cachos e rendimento em cachos/ha

 


Pecuária - Principais Efetivos


2003


ESPECIFICAÇÃONo. DE CABEÇAS
ASININOS 11
BOVINOS 43.450
BUBALINOS 48
CAPRINOS 70
EQUINOS 1.745
GALINACEOS 37.655
MUARES 75
OVINOS 28
SUINOS 4.400

Fonte: Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

 


 




Produto Interno Bruto (PIB) a preços correntes



Unidade R$(mil)

ANOAGROPECUÁRIOINDUSTRIASERVIÇOTOTAL
1998 9.066 3.583 8.620 21.269
1999 9.384 3.139 8.983 21.506
2000 9.485 3.854 10.253 23.592
2001 8.774 3.788 10.984 23.546
2002 10.535 4.113 12.129 26.777

Fontes: Fundação João Pinheiro (FJP)
Centro de Estatística e Informações (CEI)

 

VI. Armazenagem

VII. Reservas Minerais

VIII. Ensino

1o. GRAU
2o. GRAU

Ensino Profissionalizante (e/ou Pós-médio): (2002)


CURSO 2o GRAU (SEM HABILITACAO), MAGISTERIO DE 1o. GRAU,

Fontes: Centro de Produção e Administração de Informações - CPRO/SEE
Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP/MEC

 

IX. Comunicações

Telefone: Concessionária: TELEMAR

Emissoras de Rádio: 0 (2001)

Jornais: 0 (2000)

Fontes: Telecomunicações de Minas Gerais S.A.
Associação Mineira de Rádio e TV - AMIRT
Secretaria de Estado de Comunicação Social

 

X. Energia Elétrica

Concessionária: CEMIG

Consumo
1999-2003


CLASSE 1999 2000 2001 2002 2003
Industrial
consumo (KWh)
n° consumidores

3775248
30

4220201
36

4406770
36

4267853
34

4459319
33
Comercial
consumo (KWh)
n° consumidores

377646
125

526612
140

489294
144

455659
139

480542
138
Residencial
consumo (KWh)
n° consumidores

1534403
1253

1575744
1313

1373332
1373

1382018
1405

1411932
1429
Rural
consumo (KWh)
n° consumidores

1170644
499

1211404
519

1139663
576

1306994
637

1465805
677
Outros
consumo (KWh)
n° consumidores

771361
48

812512
51

662277
50

707371
51

799696
53
Total
consumo (KWh)
nº consumidores

7629302
1955

8346473
2059

8071336
2179

8119895
2266

8617294
2330

Fonte: Companhia Energética de Minas Gerais - CEMIG

 

XI. Água e Esgoto

Concessionária Água: COPASA (2004)

Concessionária Esgoto: Prefeitura Municipal (2004)



Fonte: Companhia de Saneamento de Minas Gerais
XII. Serviços

Saúde: (2004)


1 hospital(is)
43 leito(s)

Fonte: SUS - Ministério da Saúde

 


Hotéis: 0 2000

Fonte: Associação Brasileira de Indústria de Hotéis - ABIH

 


Instituições Financeiras: (2004)


BANCO DO BRASIL S.A.,

Fonte: Banco Central do Brasil

 



XIII. Distrito Industrial




XIV. Mapa




Fonte: IGA (Instituto de Geociência Aplicada) em 10/05/1999
XV. História

O município tem como base econômica a agropecuária e como segunda atividade a indústria de cerâmica, contando com quatro unidades de grande e médio portes, que absorvem apreciável mão-de-obra. Em seu subsolo guarda jazidas de diamante de alto quilate. Está situado na região do Alto Paranaíba, a 750 metros de altitude e distante de Belo Horizonte 398 Km por rodovia asfaltada. Possui campo de pouso para pequenos aviões. No ano de 1850, tendo conhecimento da existência de jazidas de diamantes e da fertilidade das terras que se situavam à margem direita do rio Dourado, garimpeiros e agricultores fixaram-se na região. Com o desenvolvimento dos garimpos e da lavoura, cresce também a povoação, que recebeu o nome de Arraial do Garimpo. No local, já havia uma capela dedicada ao culto de Nossa Senhora d'Abadia. Em virtude dos milagres a ela atribuídos, em Vila da Romaria, o povo a proclamou padroeira da nova localidade, que, em 1862, eleva-se à categoria de distrito com o nome de Nossa Senhora d'Abadia. Segundo antigos moradores, os terrenos que constituíram o patrimônio da Paróquia, criada em 1886, foram doados pelas famílias Arrudas e Esteves dos Santos. Nessa época, o nome do distrito já tinha sido mudado para Abadia dos Dourados; em 1949, já era município, desmembrado de Coromandel. A lagoa da represa de Emborcação, formada pelas águas represadas do rio Paranaíba, é um dos importantes locais de atração turística.



Fonte: Secretaria da Cultura em 01/10/1999
http://www.almg.gov.br/index.asp?grupo=estado&diretorio=munmg&arquivo=municipios&municipio=104##Caracterizacao